Trabalho publicado: Ensaio Fotográfico sobre nostalgia e saudade em Breu Branco (PA)

De que forma as casas dos moradores de Breu Branco, deslocados compulsoriamente pela Hidrelétrica de Tucuruí, comunicam as saudades do lugar perdido?

Neste ensaio fotográfico publicado recentemente na revista Amazônica, da UFPA, Vitória Mendes e Jorge Mercês, pesquisadores do Sisa, apresentam algumas fotografias registradas em seu trabalho de campo no município de Breu Branco, sudeste paraense.

A ida campo ocorreu em 2016, constituindo a pesquisa de TCC de Vitória e a pesquisa de mestrado do Jorge. Em seus trabalhos, discutem os impactos causados pela construção da Hidrelétrica de Tucuruí nas vidas dos antigos moradores do lugar. 

“Conforme nossas interlocutoras nos davam abertura para que conhecêssemos suas casas, rotinas e modos de viver, observamos como esses lugares também expressavam a dor do deslocamento compulsório: por meio das pinturas, reformas, objetos de decoração, cultivo de plantas, criação de animais, entre tantos outros”, diz Vitória. 

O ensaio, intitulado A nostalgia da vida em Breu Branco: deslocamento compulsório e locus de saudade, está na edição mais recente da Amazônica- Revista de Antropologia, editada pelo Programa de Pós-graduação em Antropologia da UFPA e pode ser acessado pelo seguinte link: https://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica/article/download/7479/6538

A edição integral da Amazônica pode, por sua vez, ser acessada aqui: https://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica/issue/view/436/showToc

Para visualizar nosso ensaio fotográfico, aqui: