Projeto Pesquisa em Quadrinhos desenha o artigo “Rituais de memória e temporalidade num Dia de Finados”

Por Fabiana Gillet

O projeto Pesquisa em Quadrinhos foi criado com intuito de tornar pesquisas científicas mais acessíveis às pessoas. Ele resulta de reflexões e discussões entre nós, membros da KB Assessoria e da linha de pesquisa Comunicação e HQ: consumo e convergências narrativas do Grupo de Pesquisa em Propaganda e Publicidade, Fabiana Gillet, Karol Barbosa e Marcus Dickson.

Acreditamos e defendemos uma ciência acessível, que além de estar ao alcance das pessoas também precisa ser compreensível, pois é através do desenvolvimento e compartilhamento de todo conhecimento que ocorrem as verdadeiras mudanças no mundo. 

A linguagem em quadrinhos por sua característica mista (linguagem verbal e não verbal) oferece uma gama variada de possibilidades criativas para expressar ideias, e por que não para expressar conceitos científicos? Também é uma linguagem compreendida pela maioria das pessoas por ser, a priori, um tipo de narrativa mais popular, as famosas tirinhas estão presentes desde o jornal até a sala de aula nos livros didáticos. Sendo parte de nossas experiências enquanto leitores e pesquisadores, os quadrinhos apareceram como opção natural para materializar um desejo em comum: tornar a ciência mais acessível.

Os episódios são publicados no perfil da KB Assessoria no Instagram (@kbpesquisando) onde também é feito convite para leitura dos artigos, em que disponibilizamos o link para acesso à publicação. Os artigos não são fechados a uma área de conhecimento específica e nem são produzidos por motivação financeira, há uma troca com os autores dos artigos em que sinalizamos o interesse em produzir o quadrinho e vice-versa.

O projeto já conta com cinco episódios. O último foi baseado no artigo “Rituais de memória e temporalidade num Dia de Finados” dos professores Dr. Fábio Castro e Dra. Marina Castro, coordenadores do SISA-UFPA e pode ser conferido no perfil @kbpesquisando, assim como os anteriores.


A seguir, o Cadernos do SISA publica o Episódio 5 do Projeto Pesquisa em Quadrinhos:

Para referir este artigo: GILLET, Fabiana. Projeto Pesquisa em Quadrinhos desenha o artigo “Rituais de memória e temporalidade num Dia de Finados”. In: Cadernos do Sisa. Publicado a 24/03/2022. Disponível em: https://sisa.hypotheses.org/?p=245

Trabalho publicado: Ensaio Fotográfico sobre nostalgia e saudade em Breu Branco (PA)

De que forma as casas dos moradores de Breu Branco, deslocados compulsoriamente pela Hidrelétrica de Tucuruí, comunicam as saudades do lugar perdido?

Neste ensaio fotográfico publicado recentemente na revista Amazônica, da UFPA, Vitória Mendes e Jorge Mercês, pesquisadores do Sisa, apresentam algumas fotografias registradas em seu trabalho de campo no município de Breu Branco, sudeste paraense.

A ida campo ocorreu em 2016, constituindo a pesquisa de TCC de Vitória e a pesquisa de mestrado do Jorge. Em seus trabalhos, discutem os impactos causados pela construção da Hidrelétrica de Tucuruí nas vidas dos antigos moradores do lugar. 

“Conforme nossas interlocutoras nos davam abertura para que conhecêssemos suas casas, rotinas e modos de viver, observamos como esses lugares também expressavam a dor do deslocamento compulsório: por meio das pinturas, reformas, objetos de decoração, cultivo de plantas, criação de animais, entre tantos outros”, diz Vitória. 

O ensaio, intitulado A nostalgia da vida em Breu Branco: deslocamento compulsório e locus de saudade, está na edição mais recente da Amazônica- Revista de Antropologia, editada pelo Programa de Pós-graduação em Antropologia da UFPA e pode ser acessado pelo seguinte link: https://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica/article/download/7479/6538

A edição integral da Amazônica pode, por sua vez, ser acessada aqui: https://www.periodicos.ufpa.br/index.php/amazonica/issue/view/436/showToc

Para visualizar nosso ensaio fotográfico, aqui: